Um novo olhar sobre o gato – Desenvolvimento das raças

Amigos humanos, desculpem a demora para postar. Foi culpa da minha miãe que anda meio ocupada!

Bom gente venho contando aqui nesse informações em série a nossa história, desde o antigo Egito, quando éramos adorados, passando por épocas difíceis como a inquisição, e por diferentes culturas. 

Foto: Pinterest

Foto: Pinterest

Durante todo esse tempo estivemos em constante evolução como qualquer outra espécie animal… Ao redor de todo o mundo diversas raças foram surgindo, e se desenvolvendo através da seleção natural e cruzamento entre diversos tipos de felinos, domésticos ou selvagens.

Atualmente o gato doméstico Felis silvestres catus está muito perto do gato selvagem europeu (Felis silvestres silvestres) e do gato selvagem africano (Felis silvestres libyca). Segundo a maioria dos zoólogos contemporâneos, estes três tipos de gatos formam uma única espécie: a Felis silvestres.

Siamês, foto: harvestheart.tumblr

Siamês, foto: harvestheart.tumblr

Bom Felis à parte, a raça do gato pode ser natural, como a raça siamesa, ou criada pelos humanos através de cruzamentos diversos para conseguir físicos desejados, como o caso do Ragdoll. Há também o terceiro caso de raças híbridas, como os Bengalenses que vieram da cruza de um gato doméstico com um selvagem.

Ragdoll, Foto: attackofthecute.com

Ragdoll, foto: attackofthecute.com

Gato de Bengala, foto: angelsonland.info

Gato de Bengala, foto: angelsonland.info

O primeiro inventário das raças de gatos foi feito pelo médico e naturalista sueco Carlos Linneo no livro “Systema naturae” no século XVIII. Nele dividia os gatos em quatro grandes raças: o gato doméstico (Catus domesticus), o gato de Angorá (Catus angorensis), o gato espanhol (Catus hispanicus) e o gato Chartreux (Catus coeruleus).

Posteriormente Georges Luis Leclerc, conde de Buffon, no seu livro “Histoire naturelle”, conta até seis grandes raças.

Scottish Fold, foto: scottishfoldsofcalgary.blogspot

Scottish Fold, foto: scottishfoldsofcalgary.blogspot

Meados do século XIX, o Tratado de Zootecnia especial de Charle Cornevin publicado em 1897 adicionou à lista uma raça de gato chinês de orelhas caídas muito parecido com o Scottish Fold, uma raça japonesa parecida com o atual Bobtail japonês, e uma raça sem cauda que atualmente conhecemos como Manx.

Bobtail, foto: blogpetlove

Bobtail, foto: blogpetlove

A raça espanhola desapareceu no início do século XX e foi incorporada ao gato doméstico, a raça chinesa parecida com o Scottish Fold também desapareceu, mas foram adicionadas outras como as raças persa e abissínio. Assim temos que no ano 1900 existiam apenas 8 raças. Mas pouco a pouco o número aumentou até quase à centena de raças que conhecemos hoje.

As exposições e os concursos felinos são os principais responsáveis deste desenvolvimento nas raças. 

Há registros ingleses do século 16 sobre a primeira exposição de gatos em Winchester (Inglaterra).

foto: Daniel Neck

foto: Daniel Neck

Mas a primeira exposição felina moderna foi organizada em Londres, em 1871, e nela apresentam mais de 170 gatos repartidos nas categorias Persas e British Shorthair. Esta exposição marca o início da definição dos standards das raças.

Maine Coon, foto: vaskebjorn.com

Maine Coon, foto: vaskebjorn.com

O jornal New England sediou a primeira exposição de gatos dos Estados Unidos com foco na raça Maine Coon.

Próximo post de “Um novo olhar sobre o gato” falaremos sobre os trabalhos que alguns felinos prestam aos humanos.

Workshop Cecy Passos – 29/08 #review

Primeiramente quero pedir desculpas por semana passada, o blog anda bem parado. Prometo postar mais essa semana.

Hoje quero contar a vocês como foi meu dia ontem, afinal ontem tive evento para comparecer né?!

Lembra do Workshop da Cecy Passos? Então, foi maravilhoso, cheguei com minha miãe cedo, fiquei esperando dentro do pet shop enquanto explorava os mieus sonhos de consumo em forma de arranhadores gigantes.

Depois nos sentamos na primeira fila para assistir o workshop, prestei muita atenção em tudo, inclusive naquela gata Nikole (momento ciúmes falando). Não posso negar que é uma bolinha de pêlos muito fofa é bonita, parabéns Cecy.

gato

gato

comida

evento

evento

evento

cecy passos

cecy passos

Minha miãe adorou tudo, as dicas e tudo mais em relação aos gatos, a organização do evento, aliás, parabéns ao Armazém do Gato e ao Ceva por tudo. Claro ela aproveitou para divulgar mieu blog com a Cecy e conversar um pouco com ela, afinal ela está super animada para estudar e aprender cada vez mais para crescer com o blog e ajudar as pessoas a entenderem seus gatos cada vez melhor!!

Para quem quer conhecer um pouco melhor a Cecy Passos e sua catmodel Nikole confira as páginas no facebook.

cecypassosoficial

gatanikoleoficial

Ah, claro que no fim de tudo cheguei em casa faminta e mega cansada né?! Pensando nisso, minha miãe comprou no Armazém do Gato um mimo pelo mieu bom comportamento no evento. Uma comidinha molhada e gostosa de gato sabor atum com frango e arroz. Valeu, miãe!

gato

Rademenes – o “gato enfermeiro” do abrigo de animais na Polônia

Hoje vim trazer uma notícia do site razoesparaacreditar que eu achei linda, e prova o que sempre falo no blog, gatos não são traiçoeiros ou qualquer outro adjetivo ruim que os humanos falam.

gato

O nome do anjinho felpudo é Rademenez, um pequeno gato preto resgatado em Bydgoszcz, na Polônia. Esse gato faz de tudo para ajudar os animais no centro veterinário.

Após escapar da morte e ser resgatado pelo centro veterinário que o trataram contra um infecção respiratória, Rademenez decidiu retribuir e agradecer da forma que pode, ajudando os animais convalescentes que chegam na clínica com afagos, massagens, e até mesmo banhos de gato. Afinal, muitas vezes a melhor forma de ajudar um animal a melhorar é com o carinho e companhia constante.

gato

gato

gato

gato

gato

Com tanto amor, o bichano se tornou atração local, e o humanos começaram a visitá-lo no centro por considerarem que ele dá sorte!

Fotos: TVN Meteo

Workshop Cecy Passos – 29/08

gata nikole

Cat Model: Nikole

Para os cat lovers de plantão já temos programação para esse sábado… 

No Workshop Chá Q Mia, a Cecy Passos vai revelar o segredo da famosa cat model Nikole.

Reserve a data na sua agenda, eu estarei lá com minha miãe para aprender mais sobre minha carreira de cat model.

O evento acontece em Brasília, no Armazém Rural 205 Norte no dia 29/08 às 9h30. E aí vamos?!

workshop gatos

Dias de Radija

   
 A Radija hoje passou por maus bocados aqui em casa, vou explicar porquê…
Essa gata é meio estranha, extremamente anti social e só gosta de humanos, parece ter medo dos outros felinos da casa.

Como resultado, eu e meus irmiãos não somos muito amigos dela, estamos sempre brigando.

Essa noite alguns aproveitaram que os humanos que a protegem (os mieus avós) viajaram, e não estão com ela para defender.

Minha miãe estava em casa mas a briga foi de madrugada e ela é do tipo que não acorda com a nossa baguça.

  
No meio da confusão a galera derrubou uma garrafa de óleo de cozinha pela bancada, como resultado Radija ficou toda oleosa, assustada e precisou de um banho.

Agora está tudo bem, Radija está ganhando alguns mimos, o que nos deixa com ciúmes, mas essa é a vida entre gatos e irmiãos! 😸

Bazar e Tarde de Tortas Anjinhos da Suzane

Esse fim de semana voltamos com o Bazar e Tarde de Tortas do Salvando Vidas, e dessa vez nosso foco foi ajudar os Anjinhos da Suzane.

Antes de tudo quero agradecer a todos que compareceram e fizeram desse evento um sucesso.

bazar bazar bazar bazarcomidascomidas

Eu estive o tempo inteiro por lá, recepcionando os humanos e fiz até hora extra de trabalho, mas foi super legal…

gato

Nos momentos em que saí para descansar meus irmiãos assumiram o posto de recepcionista e também foram amassados por alguns humanos!!

Muito obrigada a todos por essa tarde memorável, e por toda a ajuda que vocês dão ao nosso grupo.

Recadinho para Vanessa do Arranhamor que esteve conosco no evento: eu e meus irmiãos aprovamos seu trabalho.

Indicação de Glorinha, seus gatos vão adorar os arranhadores do Arranhamor

gata

Um novo olhar sobre o gato – Novas culturas

Foto: sxc.hu

Foto: sxc.hu

No post anterior dessa série comentei sobre nossas dificuldades durante a Era Cristã, hoje vou contar nossa vida em outras duas culturas, veja como nos recepcionaram…

  • cultura islâmica

Se sob o catolicismo nós gatos vivemos dias de cão, na cultura islâmica há relatos de que a vida de Maomé teria sido salva por por seu felino de estimação.

Conta-se que o profeta estava em casa, e, sem que ele percebesse uma cobra se aproximou para atacá-lo. O gato consegui matar a cobra antes do bote. O profeta então teria acariciado e abençoado o bichano, e, por isso, a partir desse dia todos os gatos ganharam a habilidade de cair “sempre” em pé.

  • cultura nipônica
Foto: sxc.hu

Foto: sxc.hu

Essa amizade também influenciou a cultura nipônica. No Japão o gato Maneki-Neko (aquele engraçado das boas vindas de patinha levantada), é símbolo de boa sorte.

Reza a lenda que, há muitos anos, esse gato estava parado na frente do templo Gotoku-ji. Ao ver um senhor feudal teria acenado e atraído o homem para dentro, livrando-o de um raio que cairia logo depois. Assim Maneki-Neko é considerado a encarnação da deusa da misericórdia.

Em breve voltaremos com nossa série de informações para contar como funcionou o desenvolvimento de nossas raças felinas até os dia de hoje.