Viagem de avião com seu gato – tudo sobre!

gato bagagem

As férias chegaram! Muitos humanos preparando as malas para as viagens de fim de ano, mas ei vocês não estão esquecendo de nada não, ou de ninguém??

Já pensou que pode ser bem legal viajar com seu gato?

Confesso que nunca viajei com minha miãe, ela sempre me deixa em casa com mieus irmiãos e 2 babás, não sei se seria divertido, mas como sou extremamente sociável isso deu esperanças para minha miãe de um dia poder planejar uma viajem com minha passagem inclusa!

Para quem vai se aventurar nesse tipo de viagem, seja com gato ou cachorro aqui vai um post cheio de informações importantes para dar tudo certo em uma viagem de avião.

REGRA nº1: Você é responsável pela nossa proteção…

Em viagens de avião certifique-se de que estaremos seguros e dê preferência a empresas que permitem que seu pet viaje com você na cabine.

Se informe sobre cada detalhe da viagem de avião e a legislação.

PREPARAÇÃO

Se certifique que seu pet esteja saudável, renove qualquer vacina que esteja faltando e dê um tratamento contra pulgas e carrapatos. Pode haver outros parasitas no seu destino e seu pet precisa estar protegido..

AS MALAS

Além das comidinhas, petiscos e brinquedos, tem outras coisas importantes a serem lembradas na lista:

– guia/coleira (no caso de gatos peitoral)

– medicamentos (converse com o veterinário e pergunte o que ele indica em caso de enjôos ou diarréias que podem acontecer decorrente do stress durante a viagem).

– escova

– xampu

– toalhas e cobertores

– jornais velhos, sacos plásticos e lenços umedecidos para limpar tudo na hora das caquinhas.

A CAIXA DE TRANSPORTE

Em viagens de avião existem algumas regras a seguir quando se trata da caixa de transporte usada pelo pet.

– O container rígido deve ser de fibra ou plástico rígido resistente;

– A mala flexível deve ter hastes internas de metal para reforçar a estrutura e ser feita de material impermeável;

– Embalagens de outros materiais – como containers de madeira, palha ou malas flexíveis que não sejam de material impermeável – não serão aceitos para embarque de animais;

– Para garantir o conforto do animal, a embalagem deve possuir dimensões internas condizentes com o tamanho do animal, permitindo que o mesmo fique de pé e possa movimentar-se realizando um círculo em volta de si mesmo (giro de 360°);

– Deve ter também aberturas que garantam a entrada e a circulação de ar;

– Devem possuir um dispositivo que evite uma abertura acidental, interna ou externamente;

– Durante o vôo, o pet precisa dos mesmos cuidados que tem em terra. Por isso, o piso interno deve ser revestido com um material que contenha e absorva urina e fezes, evitando vazamento durante o transporte;

– A embalagem para transporte de animais vivos deve ser resistente, segura, impermeável e confortável para o animal;

– A embalagem deve ser providenciada pelo cliente;

O EMBARQUE

– Check-in da companhia aérea: quando o peso do pet somado ao da caixa de transporte não ultrapassa de 15kg. Nossa passagem é equivalente ao peso pago como excesso de bagagem.

-Terminal de carga: quando o peso é acima do limite. Os animais que viajam por aqui terão suas passagens cobradas por peso.

A VIAGEM

Durante a viagem você tem que ter certeza que seu pet está acostumado com a caixa de transporte que vai viajar.

bagagem gatoPara acostumá-lo, sugiro que deixe a caixa de transporte aberta em sua casa por dias antes da viagem e deixe que seu gato aprenda a gostar dela e a usá-la como abrigo. Dessa forma seu pet irá se sentir seguro com a caixa durante as horas de viagem.

Se certifique que o gato esteja bem hidratado e alimentado antes da viagem.

Gatos com focinho curto como persas e himalaias infelizmente correm riscos em viagens aéreas. Conhecidos como braquicéfalos, eles têm dificuldades para respirar e se acostumar com alguns tipos de climas. Isso não significa que eles não podem viajar, com os cuidados necessários a viagem pode ser feita, mas com cautela, sugiro que viagens aéreas para esses devem ser evitadas ao máximo! Isso serve também aos cães.

– Compartimento de carga

Existem muitos mitos e verdades quando se fala em viagens em compartimento de carga… Sim, muitas merdas acontecem em empresas aéreas que vacilam quando se trata de nossa segurança, mas não podemos ser radicalistas.

  • Mito: eu nunca vou deixar meu pet viajar num buraco escuro com uma montanha de bagagem sobre ele.
    • Fato: a maioria das pessoas não sabem que a área de carga é separada da área de bagagem dentro do avião.
    • Mito: meu pet vai ficar com muito frio ou muito calor na área de carga do avião.
    • Fato: o compartimento de carga é climatizado e pressurizado assim como a cabine na qual você estará viajando. Ao embarcarem no avião e/ou se houver conexão entre os vôos e a temperatura estiver extrema (fria ou quente), é utilizada uma van climatizada para transportar os pets para a aeronave.
    • Mito: funcionários das empresas aéreas não sabem manejar meu pet.
    • Fato: todos os funcionários que entrarem em contato com seu pet possuem certificado para tal. Além disso, eles são instruídos a nunca abrirem as caixas de transporte ou fraternizar com os pets.

LEGISLAÇÃO

De acordo com o Ministério da Agricultura:

Em viagens aéreas ou rodoviárias, cães e gatos transitam no País sem a necessidade da Guia de Trânsito Animal (GTA). É obrigatório, porém, o porte de atestado de saúde, emitido por um médico veterinário inscrito no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Para o transporte de animais entre países é preciso obter o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pela autoridade do país de origem ou de procedência do animal. O CZI deve estar em conformidade com as exigências sanitárias do país de destino.

A CHEGADA

Ficando em hotéis ou casa de amigos a primeira coisa a fazer quando chegar é nos apresentar ao local, mostre onde vai estar nossa comida, água e caixinha de areia.

Caso vá para um hotel procure saber todas as regras do local, não deixe seu pet sozinho no quarto e não assuma que o estabelecimento tem tratamentos e serviços específicos para seu pet, como comidas e brinquedos. Esta responsabilidade é do nosso tutor, por isso já fiz um tópico falando sobre as malas.

Limpe toda a sujeira que seu pet fizer, nós estamos sendo aceitos no mundo humano agora, nos ajude a manter essa aceitação.

Algumas companhias aéreas que aceitam seu pet na cabine:

AzulTAM, Avianca, Gol, AirCanada, AirFrance, AmericanAirlines, Delta, JetBlueUnited

—-

Ufaa.. esse post foi grande agora minha miãe quer fazer uma ressalva sobre o assunto:

“Amigos, Glorinha explicou como funciona para vocês, mas antes de sair viajando com seu gato lembrem-se que a situação com eles é um pouco diferente… Gatos são territorialistas e nem sempre vão se sentir bem fora de seu ambiente diário.

Falando apenas por mim aqui, tenho 15 gatos, mas poucos deles eu me aventuraria a colocar em um avião e sair viajando por aí.

Glória por exemplo sei que se divertiria muito em uma viagem e sonho em um dia levá-la comigo. Apesar disso, algo me deixa receosa e é o que me impediu de levá-la ainda… Minha filha é ansiosa e odeia se sentir presa. Por exemplo, sempre que vai de carro para algum lugar, apesar de se divertir muito quando chega, ela também mia muito no carro quando está presa ao cinto de segurança. E caixinha de transporte para ela é uma loucura.

Por isso pensem muito bem antes de pegar seu gato e sair com ele, nem todos ficariam felizes nessa situação e o nível de stress não é nada bom para eles.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s